Porque mudei o meu estilo de vida?

10:00

Olá amigos, quero falar com vocês do por que de ter decidido que estava na hora de mudar deixar aquela vida sedentária e com péssimos hábitos alimentares para traz e ser feliz e saudável.

De volta a realidade

Sabem aquele dia que paramos para ver fotografias e vídeos nossos e a pessoa que estamos a ver na imagem não reconhecemos de todo, pois bem isso aconteceu comigo, nunca me tinha passado pela cabeça quanto eu tinha me descuidado, o aumento de peso era notório e a falta de energia transparecia pela imagem.

Ai começou o meu pesadelo a tentar esconder-me por detrás de roupas largas, a minha autoestima ficou tão baixa, que deixei de cuidar de mim, pois já não me sentia bonita e já não via motivo para tentar ser sexy ou usar maquilhagem.

Tentei fazer dietas, tentei ter energia para fazer exercício, tentei de tudo, mas faltava algo, mas o que seria, ate que um dia foi a uma palestra de um Senhor, Adelino Cunha, que me fez abrir os olhos, eu era o meu pior inimigo, pois era eu que me estava a destruir e não os outros, poucos eram capazes de combater essa luta consigo mesmo, essa era a batalha que tinha que ter, se quisesse realmente mudar, ultrapassar limites, sair da zona de conforto, e assim alcançar objetivos.


As mudanças foram feitas aos poucos, trocar o elevador pelas escadas, que muitas vezes fazia-me querer desistir, colocar mais salada e verdura no prato ate era fácil, complicado era mesmo comer sem ter a tendência de mudar por algo menos saudável mas mais apelativo.

Terríveis noticias 


Nisto todo o mais difícil foi e encarar a terrível realidade no nutricionista, peso e o índice de massa gorda, nesse dia estava feliz por ter perdido 5 quilos, mas durante consulta foi um balde de água fria, com apenas 160 cm e 65 quilos, apresentava 39% de massa gorda, aqueles 5 quilos perdidos tinham sido perca de massa muscular e não de gordura, as palavras da medica foi o que mais me assustou, se não muda-se até ao final desde ano quase metade do meu organismo seria composto de gordura e com isso traria varias doenças como, cardíacas, respiratórias, musculares, ósseas e entre outras, tinha que mudar e essa mudança era para ontem pois hoje já se tornava tarde.

Iniciei o meu plano alimentar, com principal objetivo de não saltar refeições, e inscrever me num ginásio, para poder ter aquela motivação extra para mexer-me, e lá também deram me um plano de exercícios adequados a minha condição física, a primeira semana só queria morrer de tão dorida que estava.

I have the power


E agora é onde vocês meus amigos entram irei partilhar com vocês a minha evolução a partir de agora, para a semana irei mostrar o antes e o agora, e também mostrar-vos a importância de combater o sedentarismo, e não precisamente a perca de peso, pois peso não define saúde, mas a não gordura e sim a massa muscular, tu mesmo gostando de ser gordinha, sai de casa e vai fazer caminhadas junto ao mar ou nas levadas ou trilhos nas montanhas, não faz somente bem ao corpo mas também a tua mente e espírito.

Espero contar com vocês todos para podermos quebrar hábitos, tabus e barreiras e sermos mais felizes e saudáveis
            E tudo por agora Peace              

You Might Also Like

0 comentários

Instagram

Like us on Facebook