Eutanásia Prós & Contas #PEDAblogBR 27

13:00


Olá amigos como têm passado?。◕‿◕。 hoje vamos falar de um dos temas mais polémicos de todos os tempo, a Eutanásia, como já tinha dito no post que tinha feito sobre o filme Amar depois de ti, que 
iria pesquisar um pouco mais sobre o tema para poder falar mais sobre ele, pois isto é algo delicado de se falar e que abordado de forma errada, pode passar a mensagem errada e ferir sustabilidades.



Com este post pretendo abordar os prós e Contras e as perspectiva do doente e da família, para que assim possamos trocar opiniões sobre este tema.


A Eutanásia é simplesmente a decisão de por fim a vida com assistência medica, é um método quase indolor através de uma injecção o paciente adormece e acabando por morrer. Muitos são os prós e contras a esta pratica, que muitos defendem que só se deve aplicar aos "animais" e não ao ser humano.

Prós & Contras


Quem é a favor da eutanásia, acredita que este seja uma forma para evitar a dor e o sofrimento de pessoas que estejam em fase terminal ou sem nenhuma qualidade de vida, podendo desta forma morrer de uma forma digna e de forma pouco dolorosa. 
Cada um tem a consciência para decidir por si próprio, para poder ponderar e optar ou não pela prática ou não da eutanásia. Por incrível que pareça a eutanásia não é apologista da morte, apenas faz uma reflexão sobre uma morte menos dolorosa que alguns optam por ter, em vez de uma morte lenta e cheia de sofrimento.

Quando uma pessoa passa a ser prisioneira do seu próprio corpo, dependente somente de terceiros, cresce a revolta, o medo de ficar só, de ser um “fardo” para os familiares, a vontade de dizer “Não” ao estado em que se encontra, levam do a pedir o direito a morrer com dignidade e terminar com o sofrimento de forma digna.

Mas não é só a vontade da pessoa que conta nesta decisão os pareceres médicos também são importantes, pois são esses que iram indicar se a pessoa tem a noção da sua decisão e que realmente o seu estado de saúde não terá melhorias e ao passar do tempo só ira piorar e provocar mais sofrimento. 

Existem muitos argumentos contra a eutanásia, desde os religiosos, éticos até os políticos e sociais. Do ponto de vista religioso a eutanásia é vista como uma usurpação do direito à vida humana, devendo ser exclusivo e reservado ao “Criador”, ou seja, só Ele pode dar ou tirar a vida.
Na perspectiva da ética médica, tendo em conta a ética profissional de salvar vidas pois a mesma é um dom sagrado, sobre o qual o médico não pode decidir quem vive e quem morre, por isso mesmo a eutanásia é considerada um ato de homicídio.


Perspectivas do Doente

Alguém com uma doença em estado terminal, por vezes tem momentos de desespero, momentos cujo sofrimento é tanto físico como psíquico que não da para aguentar, mas também conseguem ter momentos em que vivem alegria e felicidade.


Enganam-se pensando que estas pessoas não lutam pela vida, pois lutam todos os dias para viverem só mais um segundo e manter a coragem para continuar a combater a doença. Derivado ao cansaço dos tratamentos e da dor alguns doentes acabam por ficar cansados de viver, não aguentam mais sentirem-se um fardo para as suas famílias, ou até sentirem-se sozinhos, acompanhados por um enorme sofrimento de ordem física, psíquica ou social. O simples facto de existir deixou de fazer sentido, sofrendo no seu íntimo, muitas vezes isolado no seu mundo interior. 

São nestas alturas, que a morte parece ser a única saída, o doente devera ser informado dos efeitos, riscos, dos sentimentos, das reacções que a Eutanásia comporta, da forma como é ou vai ser praticada. Só assim o doente poderá decidir conscienciosamente e ter a certeza de que, essa é a melhor opção e única se for o caso o acompanhado psicológico é muito importante para os doentes que colocam esta opção.

Por mais de defendem que hoje em dia existem medicação capaz de eliminar qualquer tipo de dor, isso muitas vezes não é o suficiente, quem esta numa cama de hospital a sofrer é que sabe se esta a fazer efeito ou não, ele é que sente, ele é que se vê isolado, por mais teorias que apareçam só quem passa é que sabe e entende a situação. Por isso a Eutanásia pode ser na visão do doente uma "fuga" da doença que lhe esta a provocar um enorme sofrimento.

Perspectivas da Família e Sociedade

Segundo um site que encontrei que aborda este tema pela perspectiva social afirma que, "A família é fundamental para cada indivíduo, quando confrontado com a morte o individuo vai reagir consoante as suas característica mas também faz parte o confronto e a ajuda que a família lhe vai prestar.

É a diferença essencialmente cultural e social, que faz com que a legislação mude de país para país, que faz com que os Países Baixos tenham legalizado a Eutanásia e o nosso país ainda não a tenha legalizado.

Em Portugal a morte tem perdido visibilidade, é excluída de práticas antigas, os familiares são afastados, as crianças não sabem o que são os processos de luto. São cada vez mais pessoas que morrem nos hospitais, no lar ou em casa dependentes dos cuidados de outros. Uns por opção e altruísmo, pelo manter do seu papel e estatuto social, como opção lúcida e reconhecida; outros por medo, por a família não aceitar ou não querer viver esta última fase em que culmina a vida. “Em Portugal morrer sozinho pode ser mais do que um título, é muitas vezes realidade ou uma escolha.”

É muito frequente que a família se divida entre apoiar ou não a decisão do seu ente querido, em se aplicar a Eutanásia. Por vezes tenta-se de tudo para salvar a pessoa em questão, para que a Eutanásia seja o último recuso.

No entanto, os cuidados paliativos que tentam a melhorar o mais possível a qualidade de vida do doente e para a família, podem não corresponder ao que as pessoas esperam.

Num país laico, como é Portugal, em que grande parte da população é de orientação religiosa cristã, rege-se pela palavra de Deus inscrita na Bíblia, segue maioritariamente o que Deus ordena; “Não matarás”. Também por isto é fácil compreender o número de famílias que não considera eutanásia como opção.
A Eutanásia continuará a suscitar grande polémica na sociedade, em que nos surgem argumentos supostamente a favor em que defendem a legalização da Eutanásia e outros contra a sua legalização, “havendo assim necessidade de compreender a moral à prática concreta dos homens enquanto membros de uma dada sociedade, com condicionalismos diversos e específicos, e reflectir sobre essas práticas, afinal a vida humana é um direito em qualquer sociedade.""


Na minha opinião este é um assunto que tem muito que se lhe diga, pois se formos analisar bem, não temos problema nenhum em mandar eutanásiar um animal de estimação, não temos problema com o aborto que é o mesmo esta a se eutanásiar um ser que já sente só que ainda não nasceu, e temos problemas em aceitar que uma pessoa que vive em total obscuridade com um sofrimento inimaginável decida por fim a toda essa angustia. Para mim esta é daquelas situações que enquanto viver sobre influencia de religião nunca chegara a nenhum consenso.

Eu nem sou contra nem a favor, pois desde que acha esperança para lutar e melhorar deve-se ter força levantar a cabeça e lutar, mas se já não existe cura e esta em estado terminal, porque não dar um certo alivio e deixar com que morra com um pouco de dignidade, pois eu acredito que ninguém gosta de ver as pessoas que ama num profundo sofrimento sem poder fazer nada para ajudar.

E vocês qual a vossa opinião sobre este tema? São contra ou a favor? 
Espero que tenham gostado e que este post tenha sido esclarecedor para todos voces
E é tudo por agora PEACE。◕‿◕。

You Might Also Like

0 comentários

Instagram

Like us on Facebook