Mitologia Japonesa

13:00

Olá meus amigos o Japão é um daqueles países ricos em histórias, lendas e mitos por essa razão nada melhor do que dedicar um post a este tema que eu sei que vão adorar, pois para entender a historia do país nada melhor do que começar pelas suas lendas e mitos.

Irei contar somente aquelas que gostei mais, e que mostram um pouco da visão que tinham do mundo e tentavam explicar as coisas através de histórias, como a origem dos deuses, do mundo, etc.

A Criação do Japão


Os deuses convocaram dois seres divinos, o macho Izanagi e a fêmea Izanami, e ordenou-lhes para criarem os seus primeiros lares. Para ajudá-los na tarefa, os deuses deram ao Izanagi e Izanami uma lança decorada com jóias, chamada de Amenonuhoko (lança do céu). As duas divindades eram a ponte entre o Céu e a Terra (Amenoukihashi) e agitaram o mar com a lança do céu quando as gotas de água caíram da ponta da lança, originou a ilha Onogoro-shima. Eles desceram a ilha a partir de uma ponte do céu. Tiveram dois filhos, Hiruko e Awashima, mas eram considerados imperfeitos e não podiam ser considerados deuses, acabaram por colocar as duas crianças num barco que foi arrastada pela correnteza de Onogoro-shima. No final perguntaram aos deuses o que eles tinham feito de errado. Após receberem a resposta Izanagi e Izanami decidiram se casar novamente e seu casamento foi bem sucedido.

Dessa união nasceu o Ohoyashima, ou as oito principais ilhas do Japão. 

Sol, Lua e Mar

Enquanto Izanagi purificava-se no rio após se recuperar de sua descida ao Yomi diversas divindades eram formadas em ornamentos e impurezas que desprendiam do seu corpo. Diversas divindades surgiram quando ele mergulhou o rosto na água para se purificar. Os kamis mais importantes foram criados a partir de seu rosto.

Amaterasu (encarnação do sol) a partir de seu olho esquerdo, Tsukuyomi (encarnação da lua) de seu olho direito e, Susanoo (encarnação do mar) do seu nariz. Izanagi dividiu o mundo entre eles. A Deusa Amaterasu herdaria os céus, Tsukuyomi tomaria o controle da noite e Susanoo seria o Deus da tempestade e dos mares.

Tazawa-ko: A Lenda do Lago que Nunca Congela



Tazawa-ko (田沢湖) está localizado na cidade de Semboku, a sul do Parque Nacional de Towada-Hachimantai. Trata-se de um lago de origem vulcânica que oferece uma paisagem natural na província de Akita. Enquanto que o Lago Towada é o maior lago de origem vulcânica do país, o lago Tazawa é o lago mais profundo, com uma profundidade de 423 metros.

Derivado à sua profundidade, o lago nunca congela, nem mesmo durante o Inverno mais frios, no entanto, também existe uma lenda local que tenta explicar o porque deste fenómeno estando relacionada com um dos símbolos mais icónicos desse lago que é uma estátua dourada enigmática com a representação de uma mulher chamada Tatsuko.

Esta lenda encontrei num site que contava varias lendas, vou tentar encontrar e partilhar com vocês pois vale a pena, agora vamos a lenda.

Segundo a lenda, Tatsuko era uma menina muito bonita e sabendo que a sua beleza não duraria para sempre, ela começou a visitar um santuário ao pé do Monte Okurasan (uma montanha na área Jindai) todas as noites para pedir que sua beleza fosse eterna. Depois de 100 noites, Tatsuko recebeu uma mensagem da Deusa da Misericórdia: “Quer ser bela para sempre? Vá para o norte. Encontre a fonte sagrada e beba a água de lá”.

Tatsuko encontrou a fonte sagrada tal como a Deusa da Misericórdia lhe havia dito. Como estava com muita sede, Tatsuko juntou suas mãos delicadas e começou a beber a água da fonte sofregamente. Neste momento, nuvens pesadas apareceram sobre as montanhas, trazendo uma tempestade que causou um deslizamento de terra ao redor do lago.


Por causa dos fortes relâmpagos, Tatsuko não percebeu que havia se transformado em um dragão. A mãe de Tatsuko, preocupada com o sumiço da filha, saiu à sua procura. Ela percorreu as montanhas e encontrou a fonte sagrada. Ela desesperadamente chamou o nome de sua filha e Tatsuko apareceu com sua nova aparência de dragão.

“Perdoe-me, mãe” , continuou, “Eu desejava que minha beleza fosse eterna e por causa disso fui transformada em um dragão, o Guardião do Lago Tazawa. Eu não poderei voltar para casa com você. Em vez disso, vou manter este lago abundante de peixes e sempre que você pescá-los se lembrará de mim. Eles serão meus presentes para você, mamãe”.

Logo em seguida, Tatsuko desapareceu na água. A pobre mãe ficou tão desesperada com o que acabara de ver que acabou jogando uma tocha acesa dentro do lago. Labaredas de fogo planaram sobre o lago mas imediatamente se transformaram em um cardume de peixes – uma espécie conhecida hoje no Japão como Kunimasu (Oncorhynchus nerka kawamurae).

Foram apenas 3 lendas, gostaram? Tinham muito mais que vou tentar trazer, principalmente as mais românticas e contam historias de amores proibidos. 
E é tudo por agora PEACE

You Might Also Like

2 comentários

  1. Confesso que tudo o que é Japão/China, etc. me passa um pouco ao lado, pelo que gosto muito deste tipo de posts. Beijinho e e obrigada pela partilha :)

    ResponderEliminar

Instagram

Like us on Facebook